Postagens

Indianos plantam 250 milhões de mudas de árvores durante campanha anual de reflorestamento

Imagem
  16 de julho de 2021     Suzana Camargo Fonte: https://conexaoplaneta.com.br/blog/indianos-plantam-250-milhoes-de-mudas-de-arvores-durante-campanha-anual-de-reflorestamento/?fbclid=IwAR1mgSd_2q8XZ92lvrvJQQAVFsOntBmF2bDZkqWfS7Q5d4IYGd0lIVXZBjE#fechar Há anos o estado indiano de  Uttar Pradesh  vem se esforçando para recuperar suas florestas. Em 2015, entrou no Guinness World Records por  plantar  de 50 milhões de  árvores  em um único dia . Quatros anos mais parte, esse número saltou para  220 milhões de árvores, novamente plantadas num dia só.  Agora a campanha anual pelo reflorestamento, que sempre acontece entre os meses de julho e agosto, bateu um novo recorde: 250 milhões de mudas. Uttar Pradesh é o estado mais populoso da Índia. Milhares de voluntários e ativistas participaram da ação, que ocorreu em florestas, parques, escolas e ao longo de rios e estradas. “Estamos comprometidos em aumentar a cobertura florestal de Uttar Pradesh para mais de 15% da área total de terras nos próx

Arte, música, poemas e histórias: crianças precisam disso? – escritor britânico Philip Pullman

Imagem
  As crianças precisam de arte, histórias, poemas e música tanto quanto precisam de amor, comida, ar fresco e brinquedos . Prive uma criança de alimento e os danos rapidamente se tornarão visíveis. Prive uma criança de ar fresco e brinquedos e os danos se tornarão também visíveis, mas não tão rapidamente. Prive uma criança de amor e os danos, embora possam permanecer ocultos por alguns anos, serão permanentes. Mas prive uma criança de arte, histórias, poemas e música e os danos não serão vistos facilmente. Entretanto, eles estarão lá . Essas crianças, com seus corpos saudáveis, podem correr, pular, nadar e comer vorazmente e fazer muito barulho, como as crianças sempre fizeram – mas algo lhes falta. É verdade que algumas pessoas crescem sem nenhum contato com arte de qualquer tipo e são perfeitamente felizes, vivem vidas boas e preciosas; pessoas em cujas casas não há livros, e que não ligam muito para pinturas, e não entendem para que serve música. Tudo bem. Conheço pessoas assim. São

Sir Simon Rattle dirige Carmina Burana de Carl Orff - Com Sally Matthews, Lawrence Brownlee e Christian Gerhaher

Imagem
  Fonte:  https://www.facebook.com/watch/?v=2410142865942506

A origem do Pigmento azul na História da Arte

Imagem
  Quem vê a cor azul em paredes, quadros e roupas, não imagina que essa   pigmentação  já fora a mais cara do mundo. Diversos povos antigos buscavam sua tonalidade com grande dificuldade, ao misturar plantas, óleos, entre outras substâncias. Diferente da  cor  vermelha, por exemplo, que é possível extrair do solo, de frutas ou até mesmo de sangue dos animais, a pigmentação azul se produzia apenas com mineração. Para se ter uma ideia, nas línguas arcaicas, não existiam sequer uma palavra para designar a tonalidade. A palavra para a cor azul foi a “última”, depois do preto, do branco, do amarelo, do verde, entre outras cores, a surgir em diversas línguas, de acordo com o filólogo Lazarus Geiger. Não por acaso, a civilização egípcia (a primeira a desenvolver uma forma de sintetizar o pigmento) foi a única da Antiguidade a ter uma palavra para essa cor. Não é à toa que artefatos mortuários egípcios eram ornamentados com a cor azul, não apenas pelo seu simbolismo (a cor protegeria os mortos

Museu Afro Brasil disponibiliza para download – Africa em Artes

Imagem
  Para fazer o download:  http://www.museuafrobrasil.org.br/docs/default-source/publica%C3%A7%C3%B5es/africa_em_artes.pdf?fbclid=IwAR2IArz6M_ODeZwmWsDnHR9y7eodJB_8zqlD3NKa8fRCskUUMEIOfP5oGkA Fonte:  https://clickmuseus.com.br/museu-afro-brasil-disponibiliza-para-dowlond-africa-em-artes/?fbclid=IwAR3K2ym-xWKd4BPy5f0V021MMPq0ZQbQVUP31bZ_Au_tF_n7wEr68eckWJo

Horta completa em 1 metro quadrado.

Imagem
Veja a matéria completa em    https://jardimdomundo.com/horta-completa-em-1-metro-quadrado/ Fonte:  https://jardimdomundo.com/horta-completa-em-1-metro-quadrado/?fbclid=IwAR2XaF4oOrVdDF_keeM7VTohE-_lUVrpEYatuNM6HPxmmW7QusgsXLdSB1k

ENGENHEIRA QUENIANA CRIA TIJOLOS DE PLÁSTICO RECICLADO ATÉ 7 VEZES MAIS FORTES QUE CONCRETO

Imagem
  A determinação e o conhecimento de uma engenheira queniana estão ajudando a eliminar a poluição plástica e a dar uma nova oportunidade para mais de 100 pessoas. Decidida a oferecer soluções ao invés de ser mais uma pessoa reclamando, Nzambi Matee pesquisou maneiras de reaproveitar o plástico que ela via poluindo Nairóbi,  capital do Quênia onde ela vive. Nzambi é engenheira de materiais e criou tijolos feitos de resíduos plásticos e areia que são até 7 vezes mais fortes que concreto. Ela também desenvolveu todo o maquinário usado na fabricação dos tijolos e fundou a Gjenge Makers, startup que reaproveita resíduos que antes poluíam o planeta. Matéria completa e Fonte:  https://deolhonaengenharia.com/engenheira-queniana-cria-tijolos-plastico-reciclado-ate.html?fbclid=IwAR0_iezn9u1-6GewiGvaOBMLQqIG60lgWpeX4qEPFDYvsh2hApPP8N8KjQQ