Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2019

Viva o Vale Sagrado do Peru e a cultura viva dos Incas. Descubra Machu Picchu

Abraços ativam a química cerebral do bem-estar, da calma e da alegria, a curto e longo prazo

Imagem
As crianças "tocam na base" quando estão correndo alegremente e, de repente, sentam-se no colo da mãe ou do pai, inclinam-se sobre elas ou procuram algum tipo de contato. Essa atitude pode durar segundos ou apenas alguns minutos. Eles imediatamente retornam aos seus jogos. Isso é chamado de "reabastecimento emocional" e serve para criar um belo equilíbrio químico em seus cérebros. Se a sua filha ou filho se comporta assim com você, ele lhe dá um grande elogio: ele considera você uma fonte natural de opioides cerebrais. Tanto nosso corpo quanto nosso cérebro secretam hormônios, substâncias químicas poderosas que podem nos fazer sentir muito bem ou muito mal. Normalmente, pensamos apenas em hormônios em relação à nossa sexualidade, mas existem muitos tipos que nos afetam de muitas maneiras em nossos sentimentos, percepções e comportamentos.

Um paraíso hormonal pai e filha A neurocientista Candace Pert diz: "Cada um de nós tem nossa própria farmácia de luxo pelo…

O incrível mapa interativo que permite escutar as línguas e sotaques do mundo

Imagem
As variações linguísticas e, principalmente, de sotaques são, sempre, uma grande marca da diversidade das culturas dos países, estados e regiões. Se você mora, por exemplo, no Rio de Janeiro e vai para o Nordeste, já começa a perceber uma mudança no jeito de falar, tanto no sotaque quanto no vocabulário. Pensando nisso, o ex-engenheiro de softwares da Microsoft, David Ding, desenvolveu um mapa interativo on-line que permite ouvir trechos de falas de diversas regiões do mundo todo. Trata-se de uma ferramenta gratuita e muito útil para quem ama as línguas e tem curiosidade sobre como elas são ao redor do mundo ou, simplesmente, para quem está aprendendo determinado idioma. O nome do site é Localingual e nele é possível comparar e escutar o sotaque de um francês de Paris ou de Québec, no Canadá, por exemplo. Os diversos sotaques regionais são gravados e enviados voluntariamente por pessoas de diferentes países e subdivisões. Mesmo com 18 mil gravações, ainda há locais sem nenhum áudio. …

Conheça as Yarang, indígenas Ikpeng que coletam sementes para reflorestar fazendas no Xingu

Imagem

Seja acredite e crie

Plantar árvores nas cidades devia ser visto como uma medida de saúde pública, diz cientista

Imagem
Num novo relatório, os cientistas defendem que as árvores urbanas são uma importante estratégia para a melhoria da saúde pública nas cidades.
Ese as cidades conseguissem, com uma só medida, reduzir a obesidade e a depressão, aumentar a produtividade e o bem-estar e diminuir a incidência de asma e doenças cardíacas nos seus habitantes? As árvores urbanas oferecem todos estes benefícios e muito mais: filtram o ar, ajudando a remover as partículas finas emitidas pelos carros e fábricas, retêm a água da chuva e diminuem as despesas com o aquecimento.

Num novo relatório, realizado pela organização The Nature Conservancy, os cientistas defendem que as árvores urbanas são uma importante estratégia para a melhoria da saúde pública nas cidades, devendo ser financiadas como tal. 

“Há muito tempo que vemos as árvores e os parques como artigos de luxo; contudo, trazer a natureza de volta para as cidades é uma estratégia crítica para se melhorar a saúde pública”, disse Robert McDonald, cientista da…

A senhora de 105 anos apaixonada pela natureza que nunca teve filhos, mas virou mãe de 300 árvores

Imagem
Os 105 anos de vida de Saalumarada Thimmakkaforam dedicados ao planeta. Depois de 25 anos casada com seu falecido marido sem terem tido filhos, Saalumarada resolveu sua tristeza plantando mais de 300 árvores – a quem ela hoje se refere como seus filhos. Natural de Karnataka, uma cidade rural do sul da Índia, Saalumarada plantou, alimentou e cuidou de suas árvores como se de fato fossem de sua carne – da sua família.
Meu destino era mesmo não ter filhos”, ela disse. “Por isso, nós fomos abençoados plantando árvores e criando-as. Nós tratamos as árvores como se fossem nossos filhos”.
Quando ela diz que criou e cuidou das plantas, porém, não se trata de uma mera imagem: Saalumarada vive em uma região árida com pouca chuva, o que exigiu que, ao longo dos anos, ela e o marido tivessem que carregar água por quilômetros para poder dar às árvores o que beber, além de protegê-las de animais e pragas.
Saalumarada agiu de fato como uma super mãe. Depois de tantos anos de dedicação absoluta, Saal…

Maravilhas pelo mundo

Casal brasileiro passou 20 anos plantando uma floresta inteira, e milhares de animais selvagens voltaram para casa graças a isso

Imagem
A cada ano, a Terra perde cerca de 7,3 milhões de hectares de florestas, o que equivale ao tamanho do Panamá. Tais mudanças significativas no meio ambiente afetam não apenas os seres humanos, mas também inúmeras espécies de animais, que precisam abandonar seus habitats e buscar refúgio em outros lugares. Atualmente, o que devemos fazer é interromper a destruição do nosso Planeta por qualquer meio possível. E um casal brasileiro, Sebastião e Lélia Salgado, mostrou que qualquer pessoa pode causar um impacto positivo no meio ambiente, tornando o desmatamento um problema mais ameno. No Incrível.club descobrimos exatamente como esse casal dedicado conseguiu atingir resultados tão bons e transformou uma paisagem desoladora em um paraíso para a vida selvagem. Tudo começou com o simples sonho de levar uma vida tranquila Em 1994, o fotojornalista brasileiro Sebastião Salgado voltou da África Oriental, onde documentava os horrores do genocídio de Ruanda. Depois dessa experiência traumática, bu…

NOS ÚLTIMOS 3 MESES, AGROTÓXICOS MATARAM CERCA DE 500 MILHÕES DE ABELHAS NO BRASIL

Imagem
No início deste ano, noticiamos amortandade de abelhas no sul do Brasilpor causa de agrotóxicos usados em plantações de soja. No Rio Grande do Sul, cerca de 80% das abelhas morrem por causa do agrotóxico fipronil, que é utilizado na lavoura da soja. O problema é ainda muito mais grave e extenso, pois vem ocorrendo em outros estados do país.
Segundo a Agência Pública e o Repórter Brasil, cerca de 500 milhões de abelhas morreram, nos últimos três meses, em quatro estados brasileiros: 400 milhões no Rio Grande do Sul, 7 milhões em São Paulo, 50 milhões em Santa Catarina e 45 milhões em Mato Grosso do Sul. Essa é a estimativa de associações de apicultura, secretarias de Agricultura e pesquisas realizadas por universidades. A causa do extermínio, de acordo com especialistas, é o contato da espécie com agrotóxicos à base de neonicotinoides e de Fipronil, que já está proibido na Europa há mais de uma década. Os ingredientes contidos nesses agrotóxicos são letais para os insetos quando pulver…