Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2020

No interior de SP, médico doa uma muda de árvore para cada bebê que traz ao mundo

Imagem
Conheçam o incrível projeto Plantar do Doutor Calixto Hueb, 69 anos, de Macatuba, interior de São Paulo. Esse grande médico tem o dom de trazer ao mundo duas vidas: a de uma criança e de uma árvore. ❤


Olha a lindeza: a cada parto realizado, o ginecologista doa uma muda de arvorezinha para a mamãe para que ambas as vidas “floresçam” juntinhas nesse mundão.

Realizado desde 2001, o projeto já resultou no plantio de mais de mil árvores no município. Inclusive, virou lei em 2014. Demais, não é mesmo?

“Plantar uma árvore, é como se a gente estivesse plantando o futuro dessas crianças que estão nascendo”, afirmou o médico em lindo vídeo produzido para o projeto Inspire Fundo do grupo Algar em parceria com o Razões para Acreditar.

Outro fato incrível dessa iniciativa do Calixto é que o projeto cresceu e tem inspirado médicos e hospitais do Brasil todo a fazer o mesmo: cuidam do futuro das crianças através da melhoria do planeta com o plantio das árvores.
“No dia da alta, eu entrego a muda de …

Dicas uteis para o Dia a dia

A brincadeira se faz com a vida, e não com produtos comprados

Imagem
O pesquisador Gandhy Piorski explica a importância da brincadeira livre, longe dos brinquedos prontos e perto da imaginação pura da criança

Publicado em: 03.11.2016 Atualização: 19.02.2019
por Renata Penzani
Compartilhar
Favoritar
Caderno
Resumo
A afirmação é de Gandhy Piorski, pesquisador da cultura de infância. Desde 2003, o maranhense estuda o brinquedo e a brincadeira como valor fundamental da infância. O interesse de Gandhy pelo tema começou no Museu do Brinquedo, em Portugal, se estendeu para o Brasil, e rendeu duas exposições, um projeto de mestrado, diversos seminários e palestras em universidades.

Gandhy é autor do livro “Brinquedos do Chão” (editora Peirópolis, 2016). Nele, o autor investiga as diferentes representações do brincar e defende a liberdade de ser criança, e, principalmente, a imaginação.

Segundo ele, a imaginação é o que constrói a psique da criança, e, se não for estimulada na primeira infância, pode atrofiar e causar danos como adultização precoce.

“A imaginaç…

Tenha ao menos uma dessas plantas em sua casa: elas são verdadeiras “bombas de oxigênio”

Imagem
Além de ajudarem muito na hora de decorar um ambiente ou até mesmo algum cômodo na sua casa, as plantas também são excelentes geradores de oxigênio. Além disso, existem outros benefícios, como por exemplo eliminar fungos e também melhorar drasticamente a nossa saúde.

A fotossíntese utilizada por esses lindos seres ajuda muito a eliminar e purificar substâncias tóxicas em sua casa ou até mesmo no seu local de trabalho, convertendo essas substâncias em balões de oxigênio abundantes.

Segundo a opinião da empresa Lifestyle Home Garden: “Plantas dentro da casa absorvem dióxido de carbono e mantêm o fluxo de oxigênio, purificam o ar eliminando toxinas, ajudam a prevenir doenças, aliviam a tensão e reduzem o estresse, criam um ambiente relaxado e feliz enquanto ajudam a trabalhar melhor através de uma melhor concentração, maior atenção, maior criatividade, maior produtividade e bem-estar geral enriquecido. As propriedades de purificação e filtragem do ar das plantas dentro de casa, em últim…

Conheça o ‘caçador de rios’

Imagem
Conheça o ‘caçador de rios’, o ativista que resgata cursos de água na cidade de São Paulo
Por Verônica Mambrini | Fotos: Alexandre Gennari*

Adriano Sampaio vive para caçar rios. Salvar cursos d’água, resgatar o conhecimento ancestral de populações indígenas e encontrar formas de driblar o massacre da urbanização de uma megalópole como São Paulo são parte de seu dia a dia. Atualmente ele é permacultor e um dos maiores ativistas pela causa da água na região. Graças a ele, a capital tem visto renascer pedaços importantes de sua natureza.

Por muitos anos, esse paulistano de 48 anos com raízes familiares no interior do Brasil trabalhou como corretor. “Eu vendia seguro de saúde, fui ótimo nisso, mas cansei. Não trazia mais alegria. Abri mão de tudo.” A transição não se deu de forma repentina – na verdade, foi quase um reencontro com as origens, já que a família é toda da Chapada Diamantina, na Bahia. “Meu avô era pescador. Quando minha família tinha terra na Chapada, meu pai já fazia capta…

Música pode ajudar no desenvolvimento cerebral dos prematuros

Imagem
Segundo estudo, as melodias auxiliam no fortalecimento das redes neurais, comumente afetadas em bebês nascidos precocemente

MIL DICAS DE MÃE 09/01/2020 13:00,ATUALIZADO 09/01/2020 11:58
a recente pesquisa do Hospital Universitário de Genebra (HUG), na Suíça, demonstrou que expor bebês prematuros à música ajuda no desenvolvimento cerebral.
O estudo avaliou diversos recém-nascidos por um período de cinco anos e chegou a conclusão de que as melodias auxiliam no fortalecimento das redes neurais, comumente afetadas em bebês nascidos precocemente.
A análise, feita por meio de ressonância magnética, conseguiu avaliar, ainda, que as músicas de flautas são as mais benéficas aos pequenos.
Uma pesquisa suíça publicada em 2019 conseguiu demonstrar que expor o bebê prematuro à música ajuda no desenvolvimento do cérebro. Isso parece acontecer porque a música auxilia no fortalecimento das redes neurais cerebrais, que costumam ser afetadas no nascimento prematuro.
Entenda melhor …

Oxum - Paulo Brito. canto pra’ mamãe

Oxum - Paulo Brito. 
canto pra’ mamãe 

vídeo Fábio Viana

Fonte: https://www.facebook.com/paulo.brito.180/videos/10216142007722478/
Vovó não gosta / Cangoma me chamou - Domínio Público. batuques toques jongos que adoro. 
vídeo Jean Paulo Lasmar e Suzana Amaral

Fonte: https://www.facebook.com/paulo.brito.180/videos/10214331173292749/

Arte da neve por Simon Beck Os gigantescos desenhos de Simon Beck na neve

Grupos se organizam em 25 cidades do DF para plantio de árvores do cerrado

Imagem
postado em 08/12/2019 12:14 / atualizado em 08/12/2019 18:00
No Guará, o Parque dos Eucaliptos recebeu cerca de 300 mudas de espécies nativas(foto: Mariana Machado/CB/D.A Press)O Distrito Federal amanheceu mais verde com milhares de brasilienses indo às ruas para plantar árvores. A Gincana Verde acontece neste domingo (8/12) e é uma iniciativa do projeto Tempo de Plantar, idealizado pelo administrador Paulo César Araújo, 54 anos. Durante todo o dia, mudas de espécies nativas do cerrado serão plantadas em parques e áreas verdes de 25 regiões administrativas diferentes. “Ao longo dos anos, o Cerrado está sendo mais devastado do que a própria Amazônia. A gente precisa ter atitudes de restauração”, defende.O objetivo do movimento é plantar um milhão de mudas em um único dia. “A Organização das Nações Unidas (ONU) decretou que esta é a década do reflorestamento. Os países assinaram metas e compromissos, mas isso não vai ser feito por decretos; tem que partir da vontade das …

Planeta precisa de 1,2 trilhão de novas árvores para conter o aquecimento, diz estudo

Imagem
Edison Veiga
De Bled (Eslovênia) para a BBC News Brasil


O plantio massivo de árvores é uma das alternativas para conter o aquecimento global, segundo estudo publicado na revista Science


Além de preservar as florestas que já existem, a melhor solução para reduzir drasticamente o excesso de dióxido de carbono na atmosfera e conter o aquecimento global é plantar árvores. Em todos os espaços possíveis do planeta que não são ocupados nem por zonas urbanas, nem destinados a agropecuária.
Isso significaria plantar 1,2 trilhão de novas mudas, um número quatro vezes maior do que a totalidade de árvores que vivem na floresta amazônica. Calcula-se que existam no planeta hoje cerca de 3 trilhões de árvores.


O plantio massivo de árvores em locais subutilizados é o principal ponto defendido por estudo que sai na edição desta sexta-feira (5/7) da revista Science. "Seguramente podemos afirmar que o reflorestamento é a solução mais poderosa se quisermos alcançar o limite de 1,5 grau [de aquecimen…

Projeto Tamar celebra 40 anos de fundação com 40 milhões de tartarugas soltas

Imagem
Estima-se que apenas 1 em cada 1000 tartarugas marinhas chegam à fase adulta, isto é, quando atingem os 30 anos de idade. Assim, a sobrevivência da espécie depende bastante da sua capacidade de conseguir gerar um alto número de novas crias todos os anos.

Desde 1980, as espécies de tartarugas contam com um aliado fiel: o Projeto Tamar. Recentemente, para dar início à celebração de seus 40 anos de existência – a serem alcançados no próximo ano – a entidade anunciou que 40 milhões de tartarugas foram protegidas desde o início da iniciativa.

O principal braço de proteção do Projeto Tamar se encontra na Praia do Forte, em Mata de São João (BA), a cerca de 80 quilômetros de Salvador. No local, foram soltos na última sexta-feira (13), aos olhos de dezenas de turistas e moradores locais, 101 tartaruguinhas recém-nascidas.

Relacionado: Série narra a história do projeto TAMAR

Ajuda às tartarugas

O resgate e soltura dos filhotes é algo comum no litoral. Por vários motivos, elas podem não conseg…

30 FILMES PARA ENTENDER A HISTÓRIA DA ARTE

"A arte e nada mais que a arte! Ela é a grande possibilitadora da vida, a grande aliciadora da vida, o grande estimulante da vida." (Friedrich Nietzsche)

Fonte:
http://lounge.obviousmag.org/bienvenida/2015/02/30-filmes-para-entender-a-historia-da-arte.html?fbclid=IwAR2E_UfyTOqDYB92G6cLxrRiY6WzONovjFk42YKDjEVjms8Yn-wvIUsv30I

Agricultores voltam ao método antigo: combater pragas

Imagem
Agricultores voltam ao método antigo: combater pragas plantando flores silvestres em vez de usar produtos químicos O uso de pesticidas provou afetar o meio ambiente de maneira negativa. Muitos agricultores agora estão retornando a antigas abordagens ambientalmente corretas relativas ao controle de pragas. Um método é conhecido como o método biológico de controle de pragas. Este método envolve o plantio de tiras de flores que impedem naturalmente as pragas com a ajuda de insetos que comem pragas.
Os métodos típicos de agricultura têm usado pesticidas como uma maneira de controlar pragas e outros insetos que podem interferir no desenvolvimento e no lucro das culturas agrícolas. Esse uso de pesticidas tem um risco considerável.
Uma preocupação significativa é que os pesticidas estão tendo um impacto negativo nas populações de abelhas. Outra preocupação é que eles podem afetar negativamente a saúde dos trabalhadores nas fazendas. Além disso, à medida que o tempo avança, as pragas aumentam…

A Terra é um presente

Imagem
Justamente porque tudo está conectado (cf. Laudato si '42; 56) no bem, no amor, justamente por essa razão, toda falta de amor repercute em tudo. A crise ecológica que estamos vivenciando é, acima de tudo, um dos efeitos desse olhar doente sobre nós, sobre os outros, sobre o mundo, sobre o tempo que passa; um olhar doente que não nos faz perceber tudo como um presente oferecido para descobrir que somos amados. É esse amor autêntico, que às vezes nos alcança de maneira inimaginável e inesperada, que nos pede para rever nossos estilos de vida, nossos critérios de julgamento, os valores nos quais baseamos nossas escolhas. De fato, agora se sabe que poluição, mudanças climáticas, desertificação, migrações ambientais, consumo insustentável dos recursos do planeta, acidificação dos oceanos, redução da biodiversidade são aspectos inseparáveis da desigualdade social: da crescente concentração de poder e riqueza nas mãos de muito poucas e das chamadas sociedades do bem-estar, dos insanos g…