Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2019

Sebastião Salgado

Fonte: https://www.facebook.com/groups/2248911288/permalink/10157601210496289/

Quer saber o que estou pensando?

Imagem
Quer saber o que estou pensando? Ultimamente penso direto na Floresta Amazônica e em todos os seres, que moram e dependem da existência dela. Não há o que ficar discutindo, em reuniões onde o superficial é egologicamente discutido sem chegar a nenhuma solução . Não cabe mais dizer que a Amazônia é do Brasil como uma criança mimada . É só olhar que ela é sacrificada dia após dia , com milhares de seres que que se interdependem e dependem dela. , a floresta que é cheia de significados em todos os cantos do Planeta, é essencialmente pertinente a todos os povos .Então, qual serão as ações, como e quando se tornarão reais ?"Então, 
 o presente traz a urgência de que cada um, juntos precisamos fazer alguma coisa..,algum movimento que chegue nela como proteção , amor ,renovação e esperança. Sim, e oro,muita gente, brasileiros ou não, gente de toda forma , ora também.
www.ceciliaborelli.com.br

Seu Hélio, 80 anos, bailarino há 5, e agora usando sapatilha de ponta ;) ♥

Uma Dança

Fonte: https://www.facebook.com/cekidusii/videos/10158280189635392/UzpfSTY0NzAwMDM5MTpWSzoxMDE1ODI4MDE4OTYzNTM5Mg/

A Santa inocência Solidariedade ..Compaixão “Esta foto foi tirada no adro da Igreja do Senhor Bom Jesus dos Lavradores em Torres Novas. Ribatejo, Portugal."

Imagem

Plantar árvores nas cidades devia ser visto como uma medida de saúde pública, diz cientista

Imagem
Ese as cidades conseguissem, com uma só medida, reduzir a obesidade e a depressão, aumentar a produtividade e o bem-estar e diminuir a incidência de asma e doenças cardíacas nos seus habitantes? As árvores urbanas oferecem todos estes benefícios e muito mais: filtram o ar, ajudando a remover as partículas finas emitidas pelos carros e fábricas, retêm a água da chuva e diminuem as despesas com o aquecimento.

Num novo relatório, realizado pela organização The Nature Conservancy, os cientistas defendem que as árvores urbanas são uma importante estratégia para a melhoria da saúde pública nas cidades, devendo ser financiadas como tal. 

“Há muito tempo que vemos as árvores e os parques como artigos de luxo; contudo, trazer a natureza de volta para as cidades é uma estratégia crítica para se melhorar a saúde pública”, disse Robert McDonald, cientista da The Nature Conservancy e coautor do relatório. 
Todos os anos, entre três e quatro milhões de pessoas morrem, em todo o mundo, devido à poluiç…

A criação do ninho de uma andorinha

Para filósofa mundo passa por uma nova onda de tirania

Imagem
Especialista em regimes autoritários, a filósofa húngara Ágnes Heller já vivenciou três deles. Hoje, aos 90 anos, a intelectual de renome e discípula do filósofo marxista György Lukács faz uma avaliação nada otimista para a história da humanidade: estamos diante de uma nova escalada da tirania no mundo. A reportagem é publicada por Jornal GGN, 03-06-2019.  Em seu país, o primeiro-ministro Viktor Orbán, no final do ano passado, aumentou o controle sobre o Judiciário da Hungria. Mais um passo para sua autoproclamada “democracia iliberal”, mas que, na verdade, comprova as análises de Heller. A pensadora nasceu na ditadura de Almirante Horthy. Mais tarde escapou do Holocausto, fugiu de um regime comunista e exilou-se na Austrália em 1977. Em 1986 mudou-se para a New School de Nova York, onde assumiu a cátedra de Hannah Arendt. Hoje vive na sua terra natal onde defende fervorosamente a democracia liberal. Em entrevista ao Le Nouvel Observateur, em dezembro de 2018, reproduzida pelo jornal…

O silêncio torna-nos mais inteligentes, criativos e seguros

Imagem
O SILÊNCIO É INDISPENSÁVEL PARA REGENERAR O CÉREBRO

Desde sempre que o silêncio tem sido fonte de estudos e reflexões. Ao mesmo tempo, saturamos os locais onde vivemos com tanto ruído que é cada vez mais difícil encontrar o silêncio. Isso faz com que muitas pessoas, na ausência de ruído, experimentem um abismo dentro si.

Actualmente o nosso ouvido está hiperestimulado. O mais grave é que quase todos os estímulos auditivos que recebemos do exterior são alarmantes: barulhos de carros, motorizadas, burburinho, máquinas, obras, músicas estridentes, algazarras, apitos...enfim, nada que inspire tranquilidade. Além de incidir no nosso estado emocional, a ciência comprovou também que isso afecta o cérebro.

Segundo uma pesquisa realizada na Alemanha pelo "Research Center for Regenerative Therapies" de Dresden: existem processos cerebrais que só podem ser realizados em silêncio.

Até há pouco tempo acreditava-se que os neurónios eram incapazes de se regenerar. Contudo, com o desenvolvim…